INVERSOR TM41 - 2500


Descrição

Este equipamento foi projetado para atender às necessidades da infraestrutura de energia de usuários de motor homes, food truck’s, ambulâncias, entre outros. Incorporando quatro equipamentos em um, o TM41 é um inversor, retificador/carregador de baterias, estabilizador e conversor de tensão.

 

Disponibilizando em um único produto, todos os equipamentos de conversão de energia antes fornecidos separadamente, reduzindo assim, o peso e o espaço ocupados.


Informações Técnicas

O TM41 está equipado com um inversor de onda senoidal pura, altamente otimizada para distorções mínimas e com excelente rendimento, para proporcionar um melhor aproveitamento da capacidade do banco de baterias. Além de ser compatível com os mais modernos eletrodomésticos, como refrigeradores frost free e aparelhos de ar-condicionado inverter.

 

Outra grande vantagem deste equipamento é a capacidade de carregar o banco de baterias enquanto o TM41 estiver conectado a rede elétrica alternada (modo conversor de tensão). Neste momento o hardware, que antes operava como inversor, é reconfigurado automaticamente pelo software de controle, transformando-o em um eficiente carregador de baterias.

 

O conversor de tensão é um equipamento que monitora a tensão da rede elétrica a qual está conectado, regulando suas saídas nos níveis de tensão adequados, para o perfeito funcionamento dos eletrodomésticos que alimenta, garantindo a integridade dos mesmos.

 

Além da função de conversor, o TM41 também incorpora a função de estabilizador de tensão. Muitas vezes os níveis da energia da rede elétrica estão fora dos padrões adequados e a função estabilizador, atua justamente na adequação dos níveis da tensão de saída, corrigindo-a conforme necessário. Desta forma protegendo os eletrodomésticos contra sobre cargas e danos elétricos.

 

Para garantir uma comutação rápida entre o inversor e a rede elétrica, o sistema de by-pass foi otimizado. O tempo de comutação da rede para o inversor é inferior a um ciclo de rede (16,6ms) e o tempo da comutação do inversor para a rede é inferior a meio ciclo de rede (8,3ms). Com isto, a comutação torna-se praticamente imperceptível e evitando o desligamento dos equipamentos.



› Compartilhe este Projeto